Total de visualizações de página

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

A Ele seja a glória, agora e no dia da eternidade!

David Martyn Lloyd-Jones -
Por que devo glorificar a Cristo? Bem, pela nova vida que Ele me deu, pela esperança que Ele me deu, porque Ele torna diferente a vida, porque Ele muda tudo. Ele tornou a vida suportável e sustentável; Ele me libertou daquela desprezível e infeliz vida que consistia em tentar viver para o prazer, na qual eu tentava esquecer os meus problemas, sem nenhuma esperança na vida e sem nada depois da morte, a não ser escuridão e trevas. Ele morreu por meus pecados e me reconciliou com Deus. Foi Ele que me introduziu no reino de Deus. É Ele que me dá a certeza de que, seja o que for que o homem faça comigo, vou estar com Ele em seu reino glorioso, e vou passar a eternidade em Sua gloriosa e venturosa presença. A Ele seja a glória, agora e no dia da eternidade! Muitas coisas podem acontecer entre este momento e o dia da eternidade. Não importa; elas não podem afetar Cristo, não podem mudá-lO, não podem desviá-lO do seu propósito. E, finalmente, nada nos  pode separar do Seu amor.
A Ele, Deus o Filho; a Ele, que Se destituiu de Sua reputação, que até foi para a morte de cruz; a Ele, que saiu triunfante do sepulcro; a Ele, que está assentado à direita de Deus; a Ele, que ainda virá e introduzirá o Seu reino glorioso; a Ele, e somente a Ele, seja a glória, agora e até que Ele venha, e até “o dia da eternidade”.
Martyn Lloyd-Jones em II Pedro – Sermões Expositivos,
Imprensa de Fé, PES, São Paulo, p. 340, 2009
Tradução de Odayr Olivetti